Nome Completo

    sorriso que contagia a todos

    Planos acessíveis e ampla rede de dentistas referenciados que vão fazer você sorrir de alegria!

    dentist-examining-patient-s-teeth
    Cuidar da saúde bucal também é cuidar da saúde do seu corpo. Estar com suas consultas odontológicas em dia é imprescindível para evitar não apenas as conhecidas cáries, mas também problemas muito mais graves de saúde, como as pericardites. A doença é causada pelas bactérias presentes na placa bacteriana que, ao contaminarem o sangue, podem chegar ao coração e provocar inflamações nos tecidos do órgão.  Para um bom acompanhamento, ter um plano odontológico se torna fundamental. Com ele, os beneficiários podem usufruir de coberturas para consultas, procedimentos, exames radiológicos, consultas de emergência, entre outros.

    Com um plano odontológico, fica muito mais fácil ter periodicidade nas idas ao dentista. Um dos grandes entraves para a frequência e retornos serem baixos é justamente o pagamento das consultas unitárias. Como beneficiário de um plano de saúde odontológico, não há a necessidade de desembolsar nada para as consultas.

    Cuidar e manter um sorriso não é benéfico apenas ao seu corpo, mas também à sua autoestima. Ter um sorriso saudável, com dentes bem cuidados, alinhados e tratados, reflete na sua imagem pessoal, na forma como você se apresenta para o mundo. Afinal, o sorriso é o cartão de visitas da nossa imagem.

    Há dois tipos de reajustes que incidem sobre os planos para pessoas físicas: os reajustes anuais para cobrir o aumento de despesas médicas das operadoras e os reajustes por idade.

    Nos casos de planos de saúde individuais tradicionais, o reajuste anual é definido pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar).

    Já nos planos individuais por adesão, o reajuste anual é definido pelas administradoras de saúde. Neste cálculo é considerado a inflação de serviços médicos e o índice de sinistralidade do grupo.

    Já os reajustes por idade ocorrem quando o usuário muda de faixa etária, conforme a seguir: 0 a 18 anos, 19 a 23 anos, 24 a 28 anos, 29 a 33 anos, 34 a 38 anos, 39 a 43 anos, 44 a 48 anos, 49 a 53 anos, 54 a 58 anos e 59 anos. .

    Vale lembrar que os reajustes por faixa etária somente podem ser aplicados até a idade de 59 anos. A partir dos 60 anos, não é permitido mais adotar este tipo de reajuste.

    PRECISA DE AJUDA

    Ligue
    11 2832-1460
    11 3926-7362
    e fale diretamente
    com um dos nossos
    especialistas.

      Trabalhamos com as melhores empresas